quinta-feira, setembro 08, 2005

Upside Down

É.
Os actos trazem consequências, disso já se sabe. Mas do saber ao propriamente fazer, ainda se tem de percorrer um tortuoso caminho. E assim me encontro neste preciso momento, o agora.

Outra coisa que nós também já aprendemos é que o stress traz ao de cima tudo o que de pior podia acontecer. Ora vejamos, tirando as banalidades (que não deixam de ser compromissos) do meu dia a dia, eu sabia a priori, que este mês teria de fazer o trabalho todo do mês de Agosto, pensava ainda que teria de entregar o relatório de estágio, vejamos, amanhã (o prazo acabou obrigatoriamente por se prolongar), eu sabia que ia ter um exame este mês de uma cadeira que nunca frequentei, nem sei ainda exactamente o nome, apenas as iniciais, ésse-tê-dê-ésse, eu sabia que tinha de começar a pensar num emprego muito antes de Setembro, para começar a enviar os currículos agora.
Ora, se eu sabia disto tudo, pergunto-vos, então porque não o fiz?
Porque não.
Porque há pessoas que só funcionam produtivamente sobre pressão.
Ora, também já é sabido, e repito, os actos trazem consequências, e como eu sobre pressão, literalmente enlouqueço, ora, ora, que surpresa, eís que me desaba o mundo em cima.
Mas nem se nota muito, acreditem. (tirando que estou a ouvir Jack Johnson, shiiiiiiuuuuuuu!!!)

E, uma private entre mim e mim, um desabafo que fica entre nós: não gosto que me passem atestados de estupidez.
E agora? Faço o quê? Compro um bilhete de ida para Marrocos? Ou fico aqui à espera.. à espera de uma vidinha, ora, ora, que surpresa, absolutamente medíocre.



Tirado daqui.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Ela está de volta, Ana Carina no seu melhor.

8:54 da tarde  
Blogger limonada said...

Sádico :P

9:08 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Nem tudo é o que parece ser.

8:06 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home