segunda-feira, novembro 29, 2004

Os Melhores Anos

Se eu vos perguntasse qual foi a primeira série nacional na onda da adolescência, os problemas e tal, a roçar uma imitação barata de séries de culto tal como Beverly Hills 90210, ou "Já Tocou" entre outras tantas americanas, aposto que a vossa resposta seria: Riscos. Essa série mítica!

Resposta Incorrecta. Não se lembram de uma série que se chamava "Os Melhores Anos"? A Lídia Franco, Alexandra Lencastre, Rogério Samora, entre outros, eram os professores e entre os alunos havia um tipo que agora é conhecido, mas eu não sei o nome. Não se lembram? Pois eu via essa série aos Sábados de manhã e lembro-me bem da Bolinha, do Miguel e do outro gajo de óculos, que era o inteligente do grupo, pelo que se devia chamar.. Pedro. Os gajos espertos são sempre os Pedros, já repararam?

Bom, acabo de rever essa série na RTP Memória... Meus amigos, que delícia! Que maravilha! Os Melhores Anos batem os Riscos aos pontos! Metem aqueles meninos betos sempre com roupa de marca e com carros e motas todos XP a chorar a um canto! E se querem um exemplo mais actual, até a Joana e o Pipo dos Morangos Açucarados corariam de vergonha ao ver aquela pérola das produções nacionais!

E porquê? Bom, os diálogos não são grande coisa, confesso. Mas é sempre giro ouvir o calão esforçado que supostamente usariamos em 1990. Exemplos de diálogos do episódio de hoje (assim de repente): "Eu sou gorda e feia! Não consigo fazer dieta, não consigo! Porque sou mesmo assim, gorda!" ; "Tu tens umas sacanas de umas ideias pá! A malta 'tá toda no snack à tua espera!" ; "Deixa, que não rebentou nada! (no sentido de.. Está tudo bem)" ; "Eu nem me importo que me chamem Bolinha, mas BóCelia? - "Opá, 'tás a ver..? Eu não te queria chamar Bolinha quando te conheci, então achei que BóCélia era giro! - Ó Miguel.. BóCélia?". Pois é Miguel, BóCélia?

Bom, mas o tal de óculos é um mamado em cervejas. Ele não fala noutra coisa senão nas "Bjecas". E qual não foi o meu espanto em verificar que eram todos no 9º ano! E a piada é que eles parecem mesmo ser do 9º ano! (Bom, talvez 10º, 11º, mas ao menos não são quase trintões como os alunos de 12º dos Morangos...). E bebem pá, e vão ao cinema, e são todos feios (não há cá top models como a Joana e as amigas, ou as outras betinhas dos Riscos), são putos normais! Com problemas reais, como o Miguel andar com a Isabel e a Célia ficar "na fossa", como é que se faz para ir beber umas "bjecas" sem os pais saberem (altos esquemas de fico em casa do X e o X fica em casa do Y, e por esse alfabeto fora), nada de Sida, gravidezes, drogas duras, charros, casamentos, putos orfãos que vivem sozinhos, etc. Com esta malta não havia uma catástrofe todas as semanas. A grande questão era: como é que vamos beber bjecas.

Por isso me identifico com eles. Porque apesar daquela série não ter ponta por onde se pegue, sempre é mais real que essas porcarias que nos impingem. Vejam lá se apanham "Os Melhores Anos" na RTP Memória e depois digam o que acharam :)


5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

A Bolinha (Leonor Francisco) é hoje advogada na sociedade PLMJ (www.plmj.com).

11:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

intiresno muito, obrigado

5:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

esta série é topo.
a stora de inglês é bem boa, tal como agora ainda continua a ser.
mas agora a sério, nao perco um episódio disto aos sabados de manha na rtp memória..

escola: antónio de melo xD

8:16 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

ui ui ui.... apesar de não ser conterrâneo desta série (pois nasci um ano mais tarde) adorei de a ver e foi por acaso na rtp memória que a conheci. Só de olhar para aquela geração dá-me vontade de remontar aqueles tempos, os problemas inerentes à juventude

10:56 da manhã  
Blogger Unknown said...

Olá de 2016. Tenho acompanhado a série que está a repetir de novo na RTP Memória e não a acho nada má. Antes pelo contrário, tem uma certa magia, certo je ne sais quo. A série é mais velha do que eu, talvez seja por isso que me interessa desta forma. Uma janela para o passado português antes de nascer.

11:36 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home