domingo, outubro 23, 2005

Se a música falasse...

Porque me pediste palavras, assim
Não, não sei dá-las
Porquê? Porque me pediste, que não fosse
Só, só sei ser
Porquê? Porque queres, que eu fale
Não sei, não sei dizer
Assim seja, o começo
Porque eu, não quero o fim
O meio não! Não tem interesse
Não quero! Não quero! Que me rodeies
Não me deixes, sem caminho, para seguir
Não me tapes, a visão
Foje para que não vejas
O que não há de mim
Não tentes, apanhar-me
Porque assim, assim, eu vou fugir
Senta-te aqui, aqui, a meu lado
Fala, só, só para a minha alma
Mas nunca, nunca, com palavras
Só, isso sim, com o olhar
Porque não sei
Porque eu não sei, de outro modo, falar



e há uma música que deves ouvir...
"The Heart Asks Pleasure First - The Promise" - The Piano (OST)

9 Comments:

Blogger dsign4us said...

Bom... resta-me ouvir a música. Está potente o poema.

1:05 da manhã  
Blogger Erazul said...

É tão dificil falar com a alma de alguém. Queres essa pessoa fuja e ao mesmo tempo, se sente ao teu lado. Que olhe e não veja que não ha nada em ti... um olhar perto de algo longe. Sabes onde fica esse lugar?

1:48 da manhã  
Blogger dsign4us said...

(este blog tem pagerank 3... ui)

2:32 da manhã  
Blogger Almas said...

erazul :

Era bom que houvesse esse lugar. Poderia falar, mas não seria obrigado a fazê-lo. Comunicar através do olhar pode ser bem mais intenso. E adoro fazê-lo... quando não sinto vontade de falar e me apetece comunicar.
Não sei onde fica esse lugar, mas na minha imaginação, a Lua é esse lugar, para onde olho e sei que há alguém mais a olhar também. Isso também é comunicar. E é comunicar através do olhar.

dsign4us :

Gosto dos teus comentários. A mim parecem-me directos. Se mal houvesse no que escrevo, acredito que o dissesses sem rodeios.

Não vos conheco, talvez seja melhor assim... quanto ao anónimo... bem... nem sei o que dizer ^ ^

1:38 da manhã  
Blogger limonada said...

Estes comentários anónimos são spam, eu apago-os sempre e aconselho-vos a fazer o mesmo :)

7:05 da tarde  
Blogger Almas said...

Bem me parecia que algo de estranho havia ali :)

8:16 da tarde  
Blogger Erazul said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

8:50 da tarde  
Blogger Erazul said...

Um estranho que desvia os olhos e que fala com o olhar.
Vou falar do meu caso, pois não me conheces e apenas sei falar da minha pessoa. Os outros guardam demais para eu poder ver.
Acho que em relação a Lua e eu, a relação é fechada. Bem posso olhar para ela e até pensar em quem estará também a fazer o mesmo. Mas as palavras que poderei dizer são unicamente para ela. O unico elemento que deixo que leve meus pensamentos é o vento.
Olhares que deixam transparecer mais do que se quer, e que mostram coisas que se quer esconder. Talvez seja por isso que se usem as palavras. Talvez seja por isso que queiras falar com o olhar.

8:55 da tarde  
Blogger dsign4us said...

Ora essa... escreve mais vezes! Eu não tenho um blog onde escreva, porque a forma como me exprimo é muito sincera e pessoal, uma vez por outra consigo fazer um poema, mas nunca chego a mostrar.
Por isso aqui fica a minha admiração e respeito pelo o que escreves. Gosto.

12:06 da manhã  

Publicar um comentário

<< Home